Facebook

Falsas cidadanias: Organização criminosa descoberta em Abruzzo

A Guarda de Finanças de Chieti, província de 56 mil habitantes, na região de Abruzzo, denunciou a existência de um super esquema de falsas cidadanias italianas, concedidas a dezenas de sul-americanos

As investigações apuram o envolvimento de oito pessoas, segundo as autoridades policiais, suspeitas de integrar uma organização criminosa: atualmente, os indagados estão sendo acusados de favorecimento da imigração ilegal e de falsidade em atos públicos.

Na madrugada de ontem (15), por ordem da vice-promotora Lucia Anna Campo, ocorreram buscas e apreensões. Numerosos documentos foram confiscados, em municípios das províncias de Chieti, Pescara e Teramo. A presença dos oficiais, por exemplo, não passou despercebida dentro da prefeitura de San Giovanni Teatino.

Também conhecida como Fiamme Gialle, a Guardia di Finanza lida, principalmente, com crimes que afetam a economia e questões tributárias e intervém, sobretudo, em fraudes e evasão fiscal. (Com informações de Abruzzo24oreTv )